Menino Jesus ou Jesus Glorificado: Seu Jesus É Um Menino Ou Um Deus?

Em muitas famílias ao redor do mundo, todo final de ano é a mesma coisa, aquela correria para fazer compras, montar arvores de natal, enfeites natalinos como do tão conhecido papai noel, enviar cartões de natal, fazer ceia, alguns montam até presépios, tudo com a justificativa de que natal é uma data especial, a data que Jesus nasceu.

Se natal é o aniversario de Jesus porque as pessoas se presenteiam umas as outras, o presente não deveria ser para o aniversariante?

PRESÉPIO OU PRESEPADA?

Até muitas igrejas fazem encenações sobre o nascimento do Salvador, montam presépio, onde se pode ver o menino Jesus, se bem que o papai Noel é muito mais lembrado do que Jesus nessa época do ano, mas aqueles que se lembram do Salvador no natal tem a tendência de sempre se lembrar daquele menino, daquela criança indefesa na manjedoura.

presepio-natal

Ora, se Deus sempre condenou a idolatria (Exôdo 20), sempre abominou fazermos imagens de escultura, porque seria da vontade Dele fazermos imagem de Jesus menino numa manjedoura, com varias imagens em volta como Maria sua mãe, José seu pai e outros?

“Mas é apenas para lembrarmos de como Jesus nasceu” pode alguém se justificar, mas será que Deus quer que adoremos a Jesus como um menino?

Infelizmente as festas natalinas, sem que muitos percebam tem servido muito mais para distorcer a adoração a Deus, do que qualquer outra coisa.

Sem contar que muitos presépios são uma grande mentira,  uma encenação de algo que não aconteceu conforme é apresentado. 

Os presépios que tem o menino Jesus numa manjedoura sendo visitados pelos “3 reis magos” é uma grande distorção da Bíblia, “uma presepada”,  pois a mesma não menciona o numero deles e nem que eram reis, e quem visitou Jesus na manjedoura foram os pastores quando Este ainda era um bebê. Os sábios do oriente, como devem ser chamados, e não magos, visitaram Jesus quando este já era um menino e já estava em casa e não numa manjedoura. Leia Mateus 2.11 e Lucas 2. 15-16.

Sabe porque muitos não sabem disso? Porque simplesmente não leem a Bíblia, apenas acreditam na historia que contam.

Como se pode agradar a Deus ou fazer a sua vontade usando ferramentas do diabo como a mentira? De fato não há como glorificar a Deus com o simbolismo do natal.

O MENINO JESUS

Por quê? Simples, porque o Natal demonstra ao mundo Jesus como um menino. Um menino numa manjedoura entre outras coisas nos passa a ideia de que? De um ser indefeso, uma criança…

E o que um menino pode fazer, a não ser depender de seus pais para crescer e viver? Mas talvez você possa estar se perguntando, mas Jesus não foi menino mesmo, o que tem de mal nisso? Tem a partir do momento em que deixamos de adorar a Jesus pelo o que Ele é, Deus, todo-poderoso, Mestre, Vencedor, e passamos a nos remeter aquilo que Ele teve de ser para cumprir Sua missão de Salvador da humanidade.

jesus-na-manjedoura

Para ser o nosso salvador, Jesus teve de ser um humano como nós, teve que nascer de uma mulher como nós, teve que ser criança, adolescente e adulto, Ele teve que se submeter aos pais, aos professores, as leis humanas, Ele teve que se submeter a todas as limitações e necessidades humanas (Isaías 53).

Mas tudo isso Ele fez porque para pagar pelos nossos pecados e morrer em nosso lugar, o Filho de Deus teria que ser humano como nós, por isso na tentação do deserto Ele não aceitou a sugestão do diabo em transformar as pedras em pães, e Ele foi como nós com exceção do pecado, porque para servir como o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo Ele deveria ser sem defeito, sem pecado.

JESUS TRANSFORMADO

Quando Jesus venceu a morte, quando Ele ressuscitou algo extraordinário aconteceu com o seu corpo, ele foi transformado. Ele era parecido como de carne e osso mesmo, pois os discípulos conviveram com Ele 40 dias, comeram com Ele, conversaram com Ele, tocaram Nele, mas ao mesmo tempo o seu corpo aparecia e desaparecia do nada, atravessava paredes e era algo sobrenatural (Lucas 24, João 20 e 21).

WCENTER 0WQDCFMCEH - 03251209 FOTO WEBSERVER - img160325120803_frabonia_pasqua - - PASQUA - - ANDREA FRABONI CORRIERE ADRIATICO

Um pré-anuncio daquilo que deverá acontecer com os corpos dos seus seguidores no final dos tempos, no arrebatamento (1 Corintios 15.52). Jesus é o primogênito dos mortos (Apocalipse 1.5)

Os discípulos então descobriram que o Seu mestre de uma maneira inexplicável havia sido transformado, Ele não era mais como antes. E assim foi durante os 40 dias, porém o melhor ainda estava por vir.

JESUS GLORIFICADO

No final dos 40 dias, Jesus foi ascendido aos céus corporalmente diante de todos e foi glorificado nos céus assentando-se onde Ele estava antes, a direita do Deus pai.

Até aparecer novamente de forma muito diferente do que era, de forma mais sobrenatural e extraordinária ainda. No livro de Atos, por exemplo, há registro que Paulo O viu no caminho, ele viu uma grande luz como o sol e ouviu Sua Voz lhe dizendo “Saulo, Saulo porque me persegues?” E quando Paulo perguntou quem era, Ele lhe respondeu “Eu Sou Jesus” (Atos 9.5).

Young woman reaching for the sun.

Mas o Jesus glorificado apareceu novamente de forma mais clara, se é que eu posso dizer assim, na revelação dos últimos tempos, na ocasião em que o ultimo dos apóstolos, João, estava preso numa ilha chamada Patmos, por causa da perseguição.

“Eu fui arrebatado no Espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, Que dizia: Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o derradeiro; e o que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, e a Esmirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laodicéia. E virei-me para ver quem falava comigo. E, virando-me, vi sete castiçais de ouro; E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro. E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve, e os seus olhos como chama de fogo; E os seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados numa fornalha, e a sua voz como a voz de muitas águas. E ele tinha na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois fios; e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece. E eu, quando o vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: Não temas; Eu sou o primeiro e o último; E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno.“ Apocalipse 1.10-18

Vemos no livro de apocalipse Jesus aparecendo a João, e Sua descrição através do seu discípulo do amor é completamente diferente daquele Jesus nascido de Maria, daquele Jesus que andava com os apóstolos, era Jesus glorificado, era como Ele é hoje.

contemporary-christ_image

A visão profética da igreja dos nossos dias aponta para a figura de Jesus revelado, cuja descrição fala da sua glorificação com todos os títulos gloriosos a Ele conferidos na Eternidade, através do texto de Apocalipse.

JESUS HOMEM X JESUS GLORIFICADO

Compare a descrição de Jesus em Isaias 53 com a descrição de Jesus em Apocalipse 1:

HUMANIDADE GLORIFICADO  
Vestes desalinhadas, desgastadas pelas longas caminhadas no deserto Vestes talares, vestes sacerdotais

Sacerdócio pleno (Eterno)

– Sacerdote
Humilhado – Rei dos judeus – coroa de espinhos Cinto de ouro

Autoridade para triunfar sobre a morte

Senhor dos Senhores e Rei dos Reis. “… se assenta como Rei, perpetuamente.” Sl 29:10

– Profeta

– Rei

Cabelos desgrenhados, ressecados pelos ventos, sol causticante do deserto Cabelos brancos

Pensamentos santos – projeto eterno

– Homem
Olhos tristes – antevendo o seu sacrifício

Chorou na morte de Lázaro

Perseguido pelas autoridades

Olhos como chamas de fogo – poder para ver tudo e todos, inclusive o que vai no coração do homem. -Onisciente

-Onipresente

-Onipotente

Pés empoeirados pelas longas caminhadas – homem de dores, experimentado nos trabalhos Pés como latão reluzente, refinados na fornalha

Pés que se apressam para julgar o mundo e justificar o homem de todo pecado

– Juiz
Como cordeiro levado ao matadouro e como ovelha muda perante os seus tosquiadores Voz de muitas águas

Voz de poder

“A voz do Senhor quebra os cedros; sim, o Senhor quebra os cedros do Líbano.” Salmo 29:5

– Autoridade
Desprezado e o mais indigno entre os homens.

Como raiz de uma terra seca era sem beleza e sem formosura

Rosto como o sol resplandecente.

Honra, glória e poder ao Deus Filho

– Domínio Eterno

Fonte da tabela: http://vivendoapalavradejesus.blogspot.com.br/2013/01/jesus-glorificado.html

QUEM É JESUS?

Jesus é Deus, Ele é Senhor e as tradições religiosas do mundo querem nos passar a visão de um menino, um impotente menino. Jesus foi menino, mas não é mais, Ele é o Rei dos Reis, o Deus Onipotente, Onisciente, Onipresente (João 1).

Não é por acaso que existe o culto ao menino Jesus que se faz em varias partes do mundo, uma adoração distorcida da realidade, uma idolatria. Vejo muitos evangélicos acusando os católicos de idolatria, mas não percebem que fazem pior que eles.

Será que se o Deus Pai quisesse que celebrássemos o aniversario de Jesus não teria deixado registrado na Bíblia a data do seu nascimento? Porque de fato não há registro da data do nascimento do nosso Salvador, o que se sabe com certeza é que Ele não nasceu no dia 25 de dezembro.

Porque Jesus não mandou celebrarmos o seu nascimento, mas sim sua morte e ressurreição? Porque na historia da igreja primitiva ou nas epistolas dos apóstolos não há nada que mencione a festa do natal? Simples, porque não era para celebrarmos, não era para adorarmos ao menino Jesus, o que deixa a festividade do Natal sem origem cristã, mas sim pagã.

O nosso Deus não é uma criança, o nosso Jesus não é um menino, Ele é o Senhor dos senhores, o Rei dos Reis, a Estrela da manhã, o Deus vivo, Aquele que Reina para sempre, Aquele que também voltará com grande poder e gloria.

Jesus glorificado, desta maneira que devemos ver Jesus, como Ele é, o Deus que pode nos ver, nos ouvir, nos livrar, nos salvar, nos responder e que em breve nos levará para o Seu reino. Aleluia! “Ora vem Senhor Jesus”

Fonte de pesquisa: Biblia Sagrada Revista e Atualizada

Sugestão de leitura:

> Artigo O NATAL É UMA FESTA PAGÃ OU CRISTÃ?

Pastor Flávio Gabriel

Tem 46 anos, casado, com ministério pastoral há 25 anos, Bacharel em Teologia, Pastor na Igreja Evangélica Vida com Vida em Nilópolis, RJ, Brasil, é Professor da EBD e de Teologia, fundador e Professor do Seminário de Escatologia Bereiano e autor dos Livros: Igrejas Evangélicas que se Tornam Seitas Perigosas, OVNIS ETS E A BÍBLIA e Como Não Amar Esta Mulher?

Visit Us On Youtube