O que é pecar contra o Espirito Santo?

Afinal, o que é o pecado de blasfêmia contra o Espirito Santo?

Desde a fundação do mundo, nós vemos em todas as sagradas escrituras a atuação do Espírito Santo.

O fato de estar escrito em João 7.39 que “pois o Espírito ainda não fora dado”, não significa que o Espírito Santo não agia neste mundo ou no meio do seu povo, pelo contrário, não nos falta referencias bíblicas sobre a atuação do Espírito de Deus desde o jardim do Éden.

Mas esta frase simplesmente significa que o Espírito de Deus não podia cumprir o seu papel específico de consolador, revelador de Cristo e regenerador, enquanto a obra expiatória de Jesus Cristo não estivesse consumada.

O Espírito Santo sempre esteve presente na igreja de Cristo e nunca a abandonou, desde a igreja primitiva até aos dias de hoje, Ele é o motor que dinamiza  a igreja:

  • Velando para a santidade da igreja (Atos 5.3)
  • Fortalecendo o testemunho da igreja (Atos 4.8,31)
  • Chamando os homens para a tarefa de expansão da igreja (Atos 13. 1-3)
  • Capacitando os membros para o ministério da igreja (1 Coríntios 12.4, 11-13)

Não podemos pensar na igreja sem pensar no ministério do Espírito Santo nela, e, por meio da igreja, no mundo.

O Espírito de Deus está em continuo movimento, atuando na sua igreja para que esta influencie o mundo como a luz nas trevas. É preciso então ter discernimento espiritual para entender as obras do Espírito no meio da sua igreja.

Como por exemplo, as diversidades dos dons (1ª Coríntios 12.4-6). Existem diversos ministérios e trabalhos de igrejas bem diferentes umas das outras que até nos espantam.

Há varias formas com que Jesus liberta, cura, salva e derrama o seu Espírito. Ou será que só existe uma só forma? Será que Deus apenas age da maneira que nós entendemos ou achamos que é certo pelo padrão de nossa igreja?

Aos lermos os feitos de nosso Senhor nos evangelhos, nós vemos diferentes maneiras que Ele usou para libertar ou curar alguém, ou até mesmo para dar algum ensinamento.

Ele é soberano, e faz como quer, não depende da limitação humana, a sua graça é multiforme, como diz em Pedro 4.10, é óbvio que o Espírito Santo jamais irá fazer algo contra a própria palavra de Deus, pois Ele não é Deus de confusão (1 Coríntios 14.53).

O SANTUÁRIO DE DEUS

Se o Espírito Santo está presente em cada pessoa salva, é lógico que Ele está também na sua igreja formada pelos salvos. Veja em 1 Coríntios 3.16.17 que diz que “vos sois o santuário de Deus” e “se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá”.

De que maneira os coríntios estavam ameaçando destruir o santuário de Deus, que era a própria comunidade, a igreja?

Eles ameaçavam destruí-lo com coisas tais como: divisões dentro da igreja, imoralidade e falsas doutrinas. Mas o que nos chama a atenção são as conseqüências: “o que destruir a igreja, Deus o destruirá”.

Devemos refletir muito sobre isso, porque uma coisa é você se levantar contra satanás, existe Deus para protegê-lo, outra é você se levantar contra o próprio Deus!

hqdefault

BLASFÊMIA CONTRA O ESPIRITO SANTO

Então chegamos no ponto que é razão deste estudo, o pecado imperdoável, a blasfêmia contra o Espirito Santo. Existem vários tipos de blasfêmias mas somente uma é imperdoável.

Assunto este que muitas vezes gera polêmica e muitos debates teológicos.

Não quero ditar aqui um novo conceito a respeito, mas sim explicar e alertar contra este pecado fatal, pois pecar contra o Espírito Santo é pecar contra Deus e não contra uma criatura.

Existe o pecado de mentir ao Espírito Santo, como em Atos 5.1-4, que causou a morte instantânea de Ananias e Safira.

A escritura sagrada aqui não afirma que eles cometeram aquele pecado sem perdão, mas nos deixa claro que uma maldição caiu sobre eles por tentarem enganar a Deus, mentindo para o apostolo, pois morreram imediatamente.

Se foram salvos ou não, prefiro não dizer, pois é muito fácil especular e dizer o que achamos com base em certos indícios, mas existem coisas que somente vamos saber de verdade lá na glória.

SEM PERDÃO

Existe sim, com certeza o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo que é imperdoável . Este é o pecado que Jesus afirma que não tem perdão. O termo blasfêmia pode ser geralmente definido como “irreverência desafiante”.

Aplicaríamos o termo a pecados como amaldiçoar a Deus, ou, propositadamente, degradar coisas relativas a Deus. Também o é atribuir mal a Deus, ou negar, atribuir-lhe algum bem devido.

Este caso de blasfêmia, entretanto, é específico, chamado de “A Blasfêmia contra o Espírito Santo” em Mateus 12.31.

Neste texto, os Escribas, tendo testemunhado provas irrefutáveis que Jesus fazia milagres no poder do Espírito Santo, afirmaram, movidos de inveja, que, ao contrário, o Senhor estava possuído pelo demônio “Belzebu”.

Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens.
E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro. Mateus 12:31,32

Os Escribas eram indesculpáveis pelo fato de serem os responsáveis em preservar e ensinar a lei, eles conheciam as Escrituras como ninguém, não eram ignorantes à Palavra de Deus. Conheciam as profecias a respeito do Messias e viram os milagres de Jesus.

Enquanto muitos reconheciam a Jesus como Messias ao ver o poder de Deus se manifestando através dele, os escribas tinha inveja e inventavam falsas denuncias para desacreditar a Jesus diante dos seus seguidores porque simplesmente tinham medo de perder o seu lugar, a sua religião.

Aqueles que blasfemam na sua ignorância são perdoados por Deus, pois Este não leva em consideração os pecados cometidos nesta época:

Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam; Atos 17:30

Mas no caso dos Escribas eles não eram ignorantes, primeiro porque conheciam as profecias e segundo porque viram as obras de Jesus.

Para confirmar isso vamos ler a reação deles diante o milagre que Jesus fez ao ressuscitar a Lázaro:

Depois os principais dos sacerdotes e os fariseus formaram conselho, e diziam: Que faremos? porquanto este homem faz muitos sinais.
Se o deixamos assim, todos crerão nele, e virão os romanos, e tirar-nos-ão o nosso lugar e a nação. João 11:47,48

Por isso acredito que o pecado sem perdão é justamente atribuir, de forma consciente, ao diabo as obras do Espirito Santo. 

OUTRAS VISÕES A RESPEITO

Há teólogos e pastores que afirmam que não se pode mais blasfemar contra o Espírito Santo, porque Jesus Cristo não está sobre a terra, mas assentado ao lado direito de Deus, e que por isso ninguém pode testemunhar que Jesus Cristo esteja fazendo um milagre e atribuir este poder a Satanás ao invés do Espírito.

Mas o Espírito de Deus não está agora agindo no meio da igreja de Cristo? E a igreja de Cristo não é o seu corpo aqui na terra? (1 Coríntios 12:12-31).

Então, precisamos ter cuidado ao ver eventos ou obras de varias igrejas que até nos causam estranheza, porque não o entendemos, porque não faz parte do nosso padrão de nossa denominação e o taxarmos como algo do diabo. Existem muitas coisas que Deus faz e nós não compreendemos.

Posso citar um exemplo aqui dentre vários outros: Quantas vezes vi com maus olhos igrejas evangélicas que “pareciam” participar da festa profana do carnaval no Rio de Janeiro, sempre achei um absurdo o tal do “bloco evangélico” sair pelas ruas no meio do carnaval cantando hinos em forma de samba. 

Até que conheci um pastor da igreja Batista que faz este trabalho com sua igreja. Quando descobri que ele fazia este tipo de trabalho perguntei tudo sobre o evento, e fiquei envergonhado ao saber como é um trabalho serio e espiritual voltado totalmente para ganhar almas praticamente no meio de um inferno.

Ele separa um grupo de membros e lideres da igreja em jejum e oração durante 3 meses antes do carnaval, se preparam para entrar no meio de um inferno de festa, e ali eles evangelizam os foliões, dão testemunhos, eles não curtem o carnaval, eles servem a Deus como soldados no meio de uma batalha, eles tiram pessoas do meio das festas e muitos desviados inclusive, conseguindo leva-los para igreja no mesmo dia.

Não é de se admirar que ouvi esse meu amigo pastor me dizer que depois que parou de fazer retiro no carnaval e começou a fazer esta missão, a sua igreja passou a crescer muito mais.

Óbvio que isto foi um chamado de Deus para o seu ministério. Nem todas igrejas tem um chamado para este tipo de trabalho. 

Reconheço que estava errado ao olhar tais igrejas com maus olhos, porque simplesmente não entendia como era feito, penso que todos nós temos a tendencia de julgar como errado aquilo que foge aos nossos padrões de trabalho missionário. Esquecemos que Deus é soberano nas suas ações.

Será que não corremos risco de blasfemar contra o Espírito Santo ao demonizar certas coisas ou até mesmo os feitos de Deus em algumas igrejas?

Será que não estamos cometendo os mesmos erros dos fariseus, atribuindo a obra do Espirito Santo aos demônios?

O pecado contra o Espirito Santo é atribuir sua obra ao diabo! Ou não foi isso que os fariseus fizeram?

Pode haver vários conceitos quanto a isso, e respeito todas as opiniões contrárias, mas aposto que ninguém é contra a verdade de que devemos vigiar o que falamos.

O joio sempre haverá no meio do trigo, como Jesus disse, mas Ele mesmo nos ensinou que não devemos separar o joio do trigo, ou dizer quem é joio ou trigo, essa separação Ele afirmou que é obra Dele.

Ele também nos ensinou que a única maneira de saber se uma arvore é boa é através dos seus frutos, e não através das suas folhas, se são de cores diferentes, grandes, pequenas, ou até mesmo bem estranhas.

Por tanto quem fala menos peca menos. Devemos vigiar a nossa boca para não corrermos o risco de blasfemar

“Vigiai e orai”.

Se você concorda com o artigo ou tem uma opinião diferente, deixe aí nos comentários logo abaixo, será muito bem vindo!


VEJA TAMBÉM:

  1. >>10 MANEIRAS COMPROVADAS PARA LER A BIBLIA MESMO COM POUCO TEMPO OU SEM TEMPO ALGUM, clique aqui e baixe grátis este ebook

  2. >> Conheça o meu ebook 8 Motivos para Mudar de Vida, baixe gratuitamente e envie a seus emigos, CLIQUE AQUI.

  3. >> Os melhores cursos online para cristãos selecionados para você se aprofundar mais no conhecimento de Deus, e estar mais preparado para servir  a Deus e a seus irmãos >> CLIQUE AQUI.

Pastor Flávio Gabriel

Tem 46 anos, casado, com ministério pastoral há 25 anos, Bacharel em Teologia, Pastor na Igreja Evangélica Vida com Vida em Nilópolis, RJ, Brasil, é Professor da EBD e de Teologia, fundador e Professor do Seminário de Escatologia Bereiano e autor dos Livros: Igrejas Evangélicas que se Tornam Seitas Perigosas, OVNIS ETS E A BÍBLIA e Como Não Amar Esta Mulher?

Visit Us On YoutubeVisit Us On Facebook