Até onde vai a fidelidade a uma denominação?

Vemos nas redes sociais frases heréticas compartilhadas que, distorcendo a palavra de Deus afirmam pensamentos do tipo: “Quem é fiel a Deus é fiel a sua igreja (denominação) e não sai dela para ir para outra” ou “Quem sai da sua igreja (denominação) e vai para outra é porque nunca foi filho de Deus” ou se é um obreiro(a), pastor(a) ou bispo que saiu da igreja (denominação) “…é porque certamente fez alguma coisa errada e não presta”, serão estas afirmações verdadeiras?

Veja a incoerência destes pensamentos:

Todas as igrejas evangélicas que existem hoje saíram de outras igrejas mais antigas, os seus fundadores são dissidentes de outras igrejas mais antigas. Então se sair da igreja de onde se conheceu a Cristo, significa ser traidor ou infiel, o fundador da igreja (denominação) não é o maior traidor e infiel de todos? Pois seguindo estes pensamentos, o fundador foi o primeiro a ser infiel à sua igreja (denominação) onde conheceu a Cristo. Isso sem falar da reforma protestante.

Na verdade estas tolices são formas que lideres usam para acusar e manchar a reputação daqueles que saíram de uma denominação e foram para outra, e de constranger aqueles que pensam em sair.

Muitos lideres de ministérios, não todos, usam desta estratégia de acusar e manchar a reputação de pastores que saem de sua denominação, com medo destes pastores abrirem outra igreja e levarem grande parte de seus membros (fiéis).

Infelizmente existem muitos crentes ignorantes da palavra Deus, que repetem essas ladainhas como papagaios, sem ao menos pensar ou examinar isto a luz da Bíblia. Veja a seguir 7 razões do porquê estes pensamentos são mentirosos:

Primeira razão

A igreja são todos aqueles que são lavados e remidos pelo sangue de Jesus e o tem como único Senhor e Salvador como se entende em Gálatas 3:26-28 e 1 Coríntios 12:27 e não um templo de 4 paredes, uma instituição com CNPJ.

Segunda 

Uma instituição religiosa é uma denominação, ela pode fazer parte da igreja de Cristo, se sua doutrina é o evangelho, mas ela não é a “Igreja” e não pode se auto intitular a única Igreja de Cristo porque isso é anti-bíblico e por tanto heresia.  A igreja são as pessoas que formam o corpo de Cristo (1 Coríntios 12:27 ), uma instituição é uma denominação.

Terceira razão

Se um membro, diácono, pastor ou bispo sai de uma denominação e vai para outra, ele tem todo direito porque a denominação não é dona dele, o dono das ovelhas é Cristo, Ele a comprou com seu sangue, a sua gratidão e fidelidade a Cristo é superior a denominação. Um pastor não é proprietário das ovelhas ele é um apascentador (João 10.11).

Quarta

Se um membro, diácono ou pastor descobre que sua denominação está se desviando do evangelho, pregando heresias, compactuando com o pecado, aceitando ou sendo omisso ao que a Bíblia condena claramente como o homossexualismo, o aborto, a bebedeira etc, e sai dela para procurar outra denominação que esteja de acordo com o evangelho, este membro, diácono, obreiro ou pastor está provando que é fiel a Deus e não quer ser cúmplice das obras das trevas como diz em Efésios 5.11.

Quinta

Todas as igrejas evangélicas são resultado da reforma protestante, ou seja, a igreja evangélica ou protestante começou naquela que saiu da igreja Católica no tempo de Martinho Lutero. Se sair da igreja (denominação) é pecado e significa infidelidade, então todos somos infiéis.

Sexta

Aqui cabe o que mencionei lá no começo, se sair da igreja significa ser traidor, infiel ou “cuspir no prato que comeu”, pense bem, todas as igrejas evangélicas que existem hoje saíram de outras igrejas evangélicas mais antigas, seus fundadores são dissidentes de outras igrejas mais antigas, então, o fundador da igreja (denominação) é o maior traidor e infiel de todos, pois ele foi o primeiro a ser infiel a sua igreja (denominação) onde conheceu a Cristo. Ora se pastores recebem o chamado de Deus para sair de sua igreja atual para abrir seu ministério, porque membros não podem ser tocados por Deus para ir para outro lugar?

Sétima

A verdadeira igreja de Cristo não existe para acusar, manchar a reputação das pessoas, ou ameaçar, ela existe para pregar o evangelho com o intuito de que almas sejam salvas para o reino de Deus. Se existem pessoas que sai da igreja por fazer algo errado, e sei que existem, não é função da igreja pisar nestas pessoas, mas sim ajudá-las a se levantar, não podemos “esmagar a cana quebrada” (Isaías 42.3).

Não pisará a cana que já está quebrada; não apagará de vez o pequeno pavio que ainda fumega. Dará antes coragem aos que já estão a desfalecer e que estão a ser tentados a desesperar… (Isaías 42.3)

A igreja de Jesus  não existe para ser a dona das ovelhas, existem pastores que se sentem donos das pessoas que congregam em sua denominação, não, não é. Pastor significa apascentador, aquele que cuida, e não proprietário. O dono é aquele que comprou a igreja com Seu sangue, e Jesus Cristo foi o único a fazer isso. Sou também pastor, mas sei que as ovelhas não são minhas!

A FIDELIDADE VERDADEIRA E AGRADÁVEL

A fidelidade e gratidão que todos devem ter acima de tudo é com aquele que morreu na cruz por todos nós. A fidelidade a uma denominação religiosa vai até um certo limite. Ela não pode ser uma fidelidade cega, pois nem Deus quer que o sirvamos cegamente, mas sim com entendimento (Mateus 22.33).

“AMARÁS O SENHOR, TEU DEUS, DE TODO O TEU CORAÇÃO, DE TODA A TUA ALMA E DE TODO O ENTENDIMENTO” (Mateus 22.37)

Amado(a) do Senhor, se a tua denominação não segue mais o evangelho, se lá no começo os seus pastores pregavam uma coisa e agora pregam outra, se as praticas e rituais do antigo testamento foram inseridas na sua denominação, saiba que o mesmo aconteceu com a igreja de Jesus quando se tornou a igreja católica*. Saia e saia rápido, porque a prestação de contas virá e quem for cúmplice como diz em Efésios 5.11 vai sofrer as mesmas consequências que seus maus pastores.

E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.  Apocalipse 18:4-4

E se simplesmente você está numa igreja(denominação) e não se sente bem, você não encontrou o seu lugar, não é nenhum pecado você sair e procurar uma denominação que é baseada no evangelho e na qual você se sinta bem. É perfeitamente normal e sadio você procurar um lugar para congregar onde se sinta bem.

A melhor coisa é você estar numa igreja (denominação) que prega o evangelho de verdade e que você se sinta bem, em paz, onde você e sua família se sintam amados, respeitados, onde você não é valorizado pelo que pode fazer para a igreja, mas sim pelo o que você é, um(a) amado(a) do Senhor, uma ovelha de Cristo.

A fidelidade à uma denominação, à uma instituição, é boa e louvável, mas nunca pode estar acima da fidelidade a Deus, pois o que vale mais? Obedecer a Deus ou aos homens? (Atos 5.29)

O que você pensa a respeito? Se quiser deixe seus comentários, compartilhe nas redes sociais. 

*NOTA – A Igreja Católica começou no ano 251 D.C. por decreto de um imperador Romano. Ela veio da igreja verdadeira e foi apoiada pelo Rei Constantino Romano, se tornando a religião oficial do Império Romano. Ela ficou crescendo e desenvolvendo até que no ano de 606 d.C, quando Bonifácio se tornou o primeiro a ser chamado o supremo Papa. Ela se tornou a religião do estado do Reino Romano e adotou varias crenças pagãs romanas e vários rituais judaicos do antigo testamento.

SUGESTÕES DE LEITURA:

Ebook O verdadeiro Evangelho, autoria de Paul Washer, Baixe grátis clique aqui

Ebook 10 Maneiras comprovadas de ler a Bíblia sem tempo livre, baixe grátis clique aqui

Ebook 8 Motivos para Mudar sua Vida, autor Flávio Gabriel, baixe grátis clique aqui.

Pastor Flávio Gabriel

Tem 46 anos, casado, com ministério pastoral há 25 anos, Bacharel em Teologia, Pastor na Igreja Evangélica Vida com Vida em Nilópolis, RJ, Brasil, é Professor da EBD e de Teologia, fundador e Professor do Seminário de Escatologia Bereiano e autor dos Livros: Igrejas Evangélicas que se Tornam Seitas Perigosas, OVNIS ETS E A BÍBLIA e Como Não Amar Esta Mulher?

Visit Us On YoutubeVisit Us On Facebook