Por Quais Caminhos Anda a Igreja Moderna?

Está a igreja moderna andando pelo caminho certo? Onde a igreja moderna acertou e errou em relação a igreja primitiva? Veja neste artigo uma critica construtiva a respeito da igreja nos dias atuais.

Artigo originado de um trabalho acadêmico realizado para a faculdade de Teologia – créditos no final

A igreja dos dias atuais é sem duvida alguma muito diferente da igreja primitiva, e não é de se admirar, pois muitas coisas hão mudado com o tempo, como a cultura, a sociedade, o conhecimento e etc.

A Igreja Primitiva e a Igreja Moderna

A bíblia nunca diz em parte alguma que a igreja de Cristo é imutável, mas sim que Deus o é, como também a sua palavra. Ao olhar para as inúmeras falhas na igreja moderna, muitos declaram que a igreja hoje tem que ser igual da época dos apóstolos, como se a igreja primitiva fosse perfeita, isso é pura ilusão. 

A igreja dos apóstolos também tinha os seus problemas, tinha divergências, contendas, ora por causa dos costumes dos povos, por causa das divergências de pensamentos, ora por causa dos pecados dos irmãos. A igreja é feita por humanos e onde há seres humanos há falha. Ao ler o capitulo 15 de Atos e as epístolas de Paulo, principalmente aos Corintios se vê isso claramente. 

Até no ministério de Jesus havia um corrupto que era Judas, e entre os 12 discipulos havia também incrédulos, orgulhosos e muito mais,  claro que isso tudo antes da conversão, que se deu de fato somente depois da morte de Cristo, no entanto Ele os escolheu não pelo que eles eram mas pelo o que eles poderiam ser.

Mais uma coisa sim se pode afirmar, que os lideres de hoje deveriam sem duvida alguma imitar os lideres da igreja primitiva, principalmente no que diz respeito ao caráter.

O apostolo Paulo disse certa vez que se fez de grego para ganhar os gregos, de romanos para ganhar os romanos e de judeu para ganhar os judeus, certamente ele não precisou cometer os mesmos pecados destes povos para ser entendido ou aceitado perante eles, mas sim pensar como eles, entender como convencê-los, como alcançá-los para Cristo.

Estratégias

É aceitável usar estratégias para alcançar os povos de diversas religiões, tocando naquilo que lhes atraem, contanto que não contrarie a bíblia. As igrejas que começaram com estas estratégias evangelísticas, alcançaram muitos povos, tiraram muitos da cegueira espiritual, mas infelizmente muitas também perderam totalmente o equilíbrio, e foram mais alem, cometendo blasfêmias e heresias, onde se vale tudo para arrebanhar os fieis.

Por tanto o problema não é usar, por exemplo, o sal, ou o copo d’água, pois nada disso é do diabo, ele não é dono de nada. Jesus usou até da própria saliva para curar um cego. Mas o problema é às vezes o propósito, a finalidade, ou o que se prega, o que se ensina.

De que adianta trazermos um católico que acusamos de idolatra, que vai deixar de lado as suas imagens, para depois se apegar e idolatrar a um objeto sagrado da igreja evangélica, como uma arca da aliança, como uma cruz, ou um cajado e etc?

A Igreja o Corpo de Cristo

A igreja não foi confiada a anjos, mas aos homens, e Deus deseja que o corpo de Cristo aqui na terra seja uma referencia. Deus deu uma visão a cada um, respeitando a individualidade, porém o fundamento e a essência sempre devem ser a mesma, a palavra de Deus, o evangelho de Jesus Cristo.  

A igreja precisa de três coisas essenciais para ser uma referencia e influenciar:

  • Visão;
  • Ação;
  • Realização.

É preciso agir para realizar a visão que Deus deu a igreja, e é preciso ter conteúdo para influenciar ou informar. Assim como a arca de Noé estacionou no alto de uma montanha e de lá espalhou a humanidade sobre a terra, assim Deus através da obra de Jesus, colocou sua igreja no alto, no mundo espiritual, para ela ser um referencial e influenciar este mundo.

Mas como igreja, somente poderemos influenciar este mundo se recebermos as coisas lá do alto. Este é o problema da igreja moderna, onde tem faltado muita retidão, santidade, compromisso e caráter, porque está faltando às coisas lá do alto.

A Igreja e a Palavra de Deus

A igreja moderna deve ser levada pela palavra de Deus assim como a arca de Noé foi levada pela água e chegou aonde Deus quis que chegasse. O nosso lugar como igreja é o alto, o céu, e é para lá que devemos ir, por isso devemos ser levados pela palavra de Deus, e não por ondas de modismos e tendências humanas.

O Senhor Jesus quando aqui esteve, revelou aos seus seguidores e futura igreja a sua missão e tomou as atitudes necessárias para a realização desta missão. Antes de subir para o Pai, Ele preparou a sua igreja lançando o firme fundamento: o próprio Senhor Jesus, o verbo que se fez carne, a Sua palavra.

Devemos respeitar a individualidade e visão de cada igreja e agir para realizar a visão que Deus nos deu, não pode se desejar que todos tenham a mesma visão, o mesmo trabalho, a graça de Deus é multiforme, mas o caráter, a santidade e o compromisso é sempre o mesmo.

Cada um exerça o dom que recebeu para servir aos outros, administrando fielmente a graça de Deus em suas múltiplas formas. 1 Pedro 4:10

Seja quais forem à característica do ministério que Deus deu a uma igreja: dons, talentos, etc.

Tudo foi dado para glorificar a Deus e não ao homem, não ao pastor fulano ou bispo ciclano. O evangelho genuíno tem que ser pregado. Não aquele que agrada a todos, mas aquele que salva, que liberta, que cura.

A Benção e o Abençoador

Infelizmente muitos não querem mais pregar a salvação, não querem falar mal do pecado, porque isso choca as pessoas. Preferem pregar aquilo que satisfaz, que agrada como a teologia da prosperidade. É sabido que Deus quer o melhor para o seu povo, para a sua igreja, as bênçãos são promessas a serem conquistadas pela fé, Deus honra a fé daqueles que creem, mas isso não é tudo, isso não é o ápice do evangelho e não deveria ser o da igreja.

Existe algo superior. Muitos querem as bênçãos, mas não querem o abençoador. A igreja moderna deveria focar mais o relacionamento com Deus, a salvação. Jesus veio salvar os perdidos. Mas ela foca nas bençãos, pois elas atrai multidões. Claro que neste sentido não me refiro a todas as igrejas, porque o maior erro ao criticar as igrejas é generalizar como se todas fossem iguais, não o são.

Por tanto a igreja moderna deveria prestar mais atenção na palavra de Jesus quando Ele disse:

“Buscai, pois, em primeiro lugar, o reino de Deus e sua justiça, e as outras coisas vos serão acrescentadas” Mateus 6.33

Sendo assim com certeza a igreja moderna estará no mesmo espirito da igreja primitiva.

Fonte: Trabalho Acadêmico para Faculdade de Teologia FATENE-RJ em 2014.

Autores: Flavio Gabriel e Andréa Gabriel

Sugestões

> Artigo: O que é o Tempo Novo de Deus

> Artigo: O que é a Marca da Besta

> Baixe Grátis: Biblia de Estudo e Genebra

Pastor Flávio Gabriel

Tem 46 anos, casado, com ministério pastoral há 25 anos, Bacharel em Teologia, Pastor na Igreja Evangélica Vida com Vida em Nilópolis, RJ, Brasil, é Professor da EBD e de Teologia, fundador e Professor do Seminário de Escatologia Bereiano e autor dos Livros: Igrejas Evangélicas que se Tornam Seitas Perigosas, OVNIS ETS E A BÍBLIA e Como Não Amar Esta Mulher?

2 comentários em “Por Quais Caminhos Anda a Igreja Moderna?

    • 23/04/2017 em 6:46 pm
      Permalink

      Obrigado! Paz do Senhor!

Fechado para comentários.

Visit Us On YoutubeVisit Us On Facebook