Deus Criou Alienígenas?

Se não criou, por que o universo é tão grande?

Muitos pensam que deve haver vida inteligente fora do nosso planeta, pois o universo é imenso e seria um desperdício a ocorrência de vida somente na Terra. Será? Muitas pessoas, cristãs ou não, são contra a noção de que a Terra é o único planeta habitado neste enorme universo, afinal, esta tem sido uma crença que tem se tornado quase universal.

Esse pensamento pode parecer lógico, mas, quando é confrontado com as Escrituras Sagradas e com as últimas descobertas da ciência, concluímos que se trata de um pensamento simplista e pouco inteligente.

Aqueles que creem que a vida evoluiu na Terra normalmente vêm o seguinte como, virtualmente, um “fato”: A vida teria evoluído em outros incontáveis planetas. Descobrir vida em outros planetas seria, por sua vez, a confirmação de sua fé evolucionista.

Há até muitos cristãos que pensam: “Deus deve ter criado vida em outro lugar, caso contrário este enorme universo seria um tremendo desperdício de espaço.” Porém, nosso pensamento deveria estar baseado naquilo que Deus disse que fez (na Bíblia), e não naquilo que pensamos que Ele teria ou deveria ter feito.

Assim diz o Criador: Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentosIsaías 55.8,9.

Para tudo há um propósito debaixo do céu como diz o autor de Eclesiastes, e com certeza a grandeza e majestade do universo com todos os seus mistérios tem seus propósitos.

Em primeiro lugar, uma vez que Deus é Aquele que fez o universo, este poderia não lhe parecer tão “grande”. Os humanos não conseguem entender a grandeza do universo porque nossa compreensão é limitada às dimensões espaço/tempo criadas, dentro das quais existimos, e é de quebrar a cabeça tentar compreender qualquer coisa que vá além disso.

O próprio tempo começa com a criação do universo físico, mas como podemos compreender a eternidade? O que havia “antes” do universo? Semelhantemente, como podemos entender o quão “grande” é Deus? Nós não podemos usar uma fita de medição, feita de átomos, para medi-lo.

Abraão não entendia como poderia ter um herdeiro legítimo porque Sara, sua esposa, era estéril, até que Deus mandou que ele olhasse para o céu e contasse as estrelas (Gênesis 15.5). Obviamente ele não as pôde contar, mas certamente compreendeu que o mesmo Deus que criara obra tão excelente estava lhe prometendo um filho. Compreendendo a grandeza de Deus, Abraão creu.

A origem e o propósito do universo não deixavam mais perplexos os observadores da antiguidade do que os nossos astrônomos modernos. Todos os dias, novas teorias são desenvolvidas com a finalidade de entender e explicar os mistérios do universo. No entanto, uma após outra, todas as novas teorias acabam por encontrar obstáculos e são abandonadas finalmente. Quer encontrar a resposta do por que o universo é tão grande? A resposta está na Bíblia Sagrada.

ETs & a Bíblia

Frequentemente se pergunta: “Só porque a Bíblia ensina que Deus criou vida inteligente somente na Terra, porque isso significaria que Ele não poderia tê-la criado em outro lugar? Afinal, a Bíblia não fala a respeito de tudo.” Bem aí depende, por exemplo, ela não registra a palavra “dinossauro” porque esta palavra é nova, não existia a dois seculos atrás, mas não significa que ela não fale nada a respeito, afinal os dinossauros eram repteis e vários eram gigantescos, e a Bíblia registra a aparição de muitos seres chamados de monstros pelos escritores bíblicos.

Para saber mais sobre os dinossauros na biblia veja o meu artigo “Os dinossauros e a Bíblia“.

Então com certeza não vamos encontrar na Bíblia muitos nomes ou palavras modernas que conhecemos hoje como alienígenas, discos voadores, extraterrestres, OVNIs… no entanto as Escrituras Sagradas nos dá uma luz sobre a existência o não de vidas em outros planetas quando ela fala sobre a criação da Terra, de suas criaturas, de todo o universo, e o propósito e importância de toda esta criação de Deus.

Três 3 coisas quero que você amado(a) leitor(a) pense a respeito:

  1. A Bíblia indica que toda a criação geme e sente dores de parto por causa do peso do pecado (Romanos 8:18–22). O efeito da maldição causada pela Queda de Adão foi universal. Caso contrário, qual seria a razão de Deus destruir toda a sua criação para criar novos céus e nova Terra – 2 Pedro 3:13Apocalipse 21:1ss? Portanto, qualquer ET, vivendo em qualquer lugar, teria sido (injustamente) afetado pela Maldição Adâmica, mesmo sem ter cometido qualquer pecado – ele não teria herdado a natureza pecaminosa de Adão.
  2. Quando Cristo (Deus) encarnou, Ele veio à Terra não apenas para redimir a humanidade, mas também reconciliar consigo toda a criação (Romanos 8:21Colossenses 1:20). Portanto, a morte redentora de Cristo no Calvário não poderia salvar hipotéticos ETs, porque eles precisariam ser descendentes de Adão para que Cristo fosse o seu “Redentor” (Isaías 59:20). Jesus foi chamado “o último Adão” porque houve um primeiro Adão real, humano (1 Coríntios 15:22,45) – não um primeiro Vulcan, Klingon (N.T. raças criadas na’série Star Treck) etc. Foi assim que um Substituto humano, sem pecado, sofreu a punição que todos os homens merecem pelos seus pecados (Isaías 53:6,10Mateus 20:281 João 2:24:10), sem necessidade de remissão para os próprios pecados (que são inexistentes, Hebreus 7:27).
  3. Uma vez que isso significaria que qualquer Alienígena estaria perdido pela eternidade, pois esta atual criação será destruída em fogo ardente (2 Pedro 3:10,12), alguns’têm pensado que o sacrifício de Cristo pode ter se repetido por outros seres. Porém, Cristo morreu uma vez(Romanos 6:101 Pedro 3:18) na Terra. Ele não será crucificado e ressuscitado novamente em outros planetas (Hebreus 9:26). Isso é confirmado pelo fato de a igreja redimida (terrestre) ser conhecida como a noiva de Cristo (Efésios 5:22-33Apocalipse 19:7-9), em um casamento que durará eternamente. Cristo não será um polígamo com muitas outras noivas de vários outros planetas.

Mas onde estão os ETs na Bíblia?

Muitos são aqueles que escolhem certos versiculos isolados do contexto da Biblia e forçam uma interpretação. São vários os argumentos e versículos isolados usados para isso, vou citar apenas alguns deles.

Por exemplo no versículo 3 do capítulo 11 de Hebreus: “Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.”

A palavra “mundos” aparece na tradução King James e algumas outras, e alguns afirmam que ela se refere a outros planetas habitáveis. Porém, a palavra é αιών (aiōn), da qual derivamos a palavra “eon”. Por isso, traduções modernas traduzem a palavra como “universo” (todo o continuum espaço-tempo) porque ela corretamente descreve “tudo o que existe no tempo e espaço, visível e invisível, presentes e eternos”.

Mesmo se ela estiver se referindo a outros planetas, é uma extrapolação injustificada presumir que há vida inteligente neles.

Quem está no topo do “ranking” da criação?

No Salmo 8:5 lemos que o homem foi feito um pouco menor que os anjos e coroado com glória e honra.

A Bíblia diz que nós fomos feitos à Sua imagem e semelhança (Gênesis 1:26). O homem foi criado totalmente inteligente a cerca de 6000 anos atrás, tendo se envolvido com artesanato logo depois (Gênesis 4:22). Desde aquele tempo, não fomos capazes de desenvolver tecnologias avançadas o bastante para viajarmos para outros sistemas solares.

Se os alienígenas fossem capazes de desenvolver incríveis espaçonaves, mais rápidas que a velocidade da luz, necessárias para se chegar aqui, presume-se que eles tenham sido criados com inteligência vastamente superior à nossa – o que os faria muito mais imagem e semelhança de Deus, nesse sentido, que nós. Ou então, foram criados muito antes dos 6000 anos do padrão bíblico de seis dias, os alienígenas teriam sido criados antes do homem e teriam tido tempo suficiente para desenvolver suas tecnologias. Porém, Deus criou a Terra no Primeiro Dia e depois os corpos celestes, no Quarto Dia. 

Levando em conta toda tecnologia que estes aliens usam para nos visitar, nós seriamos então meros micróbios diante desses seres.

Seriam eles maiores que o homem, e menores que os anjos, por exemplo? Se estes avançados ETs fossem capazes de visitar a terra, a humanidade estaria sujeita ao seu domínio. (Mesmo se esses ETs fossem amigáveis, seriam potencialmente muito mais poderosos por causa de sua inteligência e tecnologia.)

Isso estaria em contradição direta com a estrutura de autoridade estabelecida por Deus quando ele ordenou à humanidade “dominar” sobre a terra – o que é também conhecido como mandamento de domínio (Gênesis 1:28). Como então acreditar na Bíblia e em vidas alienígenas? 

O Salmo 19:1 nos dá uma ideia da maior razão da grandeza do universo: “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra de suas mãos” e não pára por aí existe muito mais.

Quanto mais descobrimos acerca deste incrível universo, mais deveríamos temer Aquele que o criou. Então eu pergunto: Devemos esperar a segunda vinda de Jesus ou uma invasão alienígena?

SAIBA MAIS

Quer saber mais detalhes sobre estes assuntos e saber qual a relação que os fenômenos extraterrestres tem haver com os acontecimentos apocalípticos previstos na Bíblia como o arrebatamento e a batalha do Armagedon? Sugiro a leitura do meu livro OVNIs ETs e a Bíblia, descubra todos os mistérios  relacionados aos chamados discos voadores e alienígenas.

Tendo como base as Escrituras Sagradas e noções básicas de ciências como Astronomia, Física, Geologia e Arqueologia, inúmeras perguntas são respondidas neste livro, que tem a finalidade de alertar a todas as pessoas, principalmente aos cristãos, o porquê das grandes manifestações e fenômenos extraterrestres, e o que de fato está por trás disso tudo.

OVNIs ETs e a Bíblia disponível em (clique na opção desejada) :

Amazon Brasil | Amazon Internacional | Create Space | Clube dos Autores AgeBook

Fontes consultadas para este artigo:

Livro OVNIs ETs e a Bíblia – Flavio Gabriel

https://creation.com/did-god-create-life-on-other-planets-portuguese

Sugestões de leitura <clique>:

>Leia um trecho do livro OVNIs ETs e a Bíblia clique aqui.

>Leia o artigo – Os Dinossauros e a Bíblia

>Leia o artigo – Fosseis impossíveis encontrados: Humano com dinossauro

Pastor Flávio Gabriel

Tem 46 anos, casado, com ministério pastoral há 25 anos, Bacharel em Teologia, Pastor na Igreja Evangélica Vida com Vida em Nilópolis, RJ, Brasil, é Professor da EBD e de Teologia, fundador e Professor do Seminário de Escatologia Bereiano e autor dos Livros: Igrejas Evangélicas que se Tornam Seitas Perigosas, OVNIS ETS E A BÍBLIA e Como Não Amar Esta Mulher?

Visit Us On Youtube