Desigrejados: Inimigos antigos com novo formato

EM TEMPO DE ENGANO… 

Estamos vivendo um tempo de muito engano, tempo este profetizado por nosso Senhor Jesus no sermão do monte em Mateus 24, onde ele iniciou seu discurso dizendo “cuidado para que ninguém vos engane” e continua nos alertando sobre muitos falsos profetas que surgiriam nos finais dos tempos nomeado por Ele de “principio das Dores“.

E Jesus respondeu: — Tenham cuidado para que ninguém os engane.
Porque muitos virão em meu nome, dizendo: “Eu sou o Cristo”; e enganarão a muitos.
Mateus 24:4,5

 

Pois bem, estamos vivendo esses últimos dias, um tempo em que não faltam os hereges com suas heresias umas piores que outras, em todos os lugares, temos também igrejas de tudo quanto é jeito, igrejas de homossexuais, igrejas que negam a Jesus como único Salvador, igrejas da teologia da prosperidade que focam nas riquezas, igrejas cristãs-judaicas, igrejas misticas (que mais se assemelham a terreiros de macumba), igrejas que na verdade não passam de seitas com titulo de igreja, pois não seguem as Escrituras Sagradas.

Inclusive, escrevi um livro falando a acerca das Igrejas Evangélicas que se Tornam Seitas Perigosas, que você amado(a) leitor(a) pode comprar pela internet ou baixar gratuitamente a versão em PDF aqui no Site ou app Bereiano Sagrado.

No entanto não quero neste estudo falar acerca destas igrejas, mas sim de uma das consequências delas, quero falar do que muitas delas tem produzido, que são os chamados “desigrejados“. Palavra esta que nem existe mas que tem sido o nome dado a este fenômeno ou nova classe, digamos de, desviados, mas que na verdade são piores que os desviados.

Pior porque os desviados estão cientes que se encontram longe da presença de Deus e por isso estão mais sensíveis ao arrependimento e a se voltar para Deus, assim como muitos já o fizeram, porém os chamados “desigrejados” não, eles estão convictos de que não precisam congregar, que cada um sozinho na sua casa é a igreja, e o pior, eles berram a todos os lados principalmente na internet utilizando-se das redes sociais, que aqueles que estão congregando em templos é que estão enganados, generalizam todas as igrejas baseado naquelas que promovem escândalos e heresias,  tentam convencer a eles mesmos e a outros de que eles estão certos e que todos que estão congregando em igrejas estão sem salvação porque estão seguindo a homens.

Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.
Hebreus 10:25

DOIS TIPOS DE DESIGREJADOS

Existem dois tipos de desigrejados.

Aquele que por algum motivo saiu da sua denominação e ainda não encontrou outra para congregar, ainda está procurando e as vezes demora um pouco encontrar e por isso fica sem frequentar uma igreja, não porque não quer, mas porque ainda não encontrou uma denominação certa para si ou sua família.

O outro tipo de desigrejado é aquele que saiu frustrado, enganado ou decepcionado de uma denominação e decidiu por si mesmo não mais frequentar igreja nenhuma, e não somente decidiu não congregar, mas passou a odiar tudo quanto é igreja ou denominação, se tornando inimigo de tudo quanto é tipo de congregação que se reuni em templos. 

COMO NASCE UM DESIGREJADO?

Eles, os desigrejados, são a consequência dos escândalos causados por estas igrejas evangélicas que se tornaram em seitas, e não somente destas, mas de outros igrejas sérias onde alguém cometeu algum erro grave que os fez desistir de congregar, por que falhas todas denominações tem, não existe igreja perfeita, mas os desigrejados geralmente nascem por causa de uma grande frustração e decepção ao descobrir que foram enganados dentro destas igrejas, talvez explorados financeiramente, abusados moralmente e emocionalmente.

Não estou justificando os desigrejados ou chamando-os de inocentes, mas apenas fazendo uma análise de seu surgimento segundo o relato deles mesmos.

Vou dar um exemplo muito clássico, imagine uma pessoa que toda sua vida acreditou nas heresias de que tem que fazer sacrifícios financeiros para agradar a Deus e conseguir uma benção grande, e que durante anos ou toda uma vida, se sacrificou doando muito dinheiro ou bens através de muito suor, deixando de lado muitas vezes um conforto, bens, conquistas, para mostrar que tem fé doando seu dinheiro no altar destes falsos profetas.

E de repente esta pessoa consegue entender que Jesus é o único e perfeito sacrifício, descobre que estes lideres que lhes prometeu muitas bençãos, só o que fazem é usufruir de seu dinheiro doado com muito sacrifício, comprando muitos bens e empresas. Imaginou a decepção e frustração? Isso é apenas um exemplo, são vários os motivos de engano, abusos, heresias e talvez imoralidades etc.

Então estas pessoas saem destas igrejas e tomam um trauma muito grande, tem medo de serem enganadas novamente, se tornam vacinadas contra igrejas, olham todas as denominações religiosas e as medem com a mesma régua que mediu a sua, consideram que todos os Pastores são iguais ao que eles tinham, que todos só pensam em dinheiro, cometem a injustiça da generalização, pois não querem sofrer novamente.

Não apenas os desigrejados desistem de congregar em uma igreja, mas como vão além, passam a serem inimigos de todas as igrejas, destilam seu ódio e veneno onde quer que vão e principalmente na internet, onde pelas redes sociais ofendem todos crentes que congregam em templos, e também generaliza todos os pastores chamando-os de “cão gulosos” ou “falsos profetas” e outros nomes.

Os desigrejados na verdade são vítimas de escândalos, de heresias, de decepções e se tornam um canal de blasfêmias e de outras heresias em que se agarram para tentarem justificar seus atos de desobediência a Palavra de Deus.

Em resumo, os desigrejados em sua maioria são pessoas envenenadas por heresias e consequência de escândalos causados por seitas ou falsos profetas

NO QUE OS DESIGREJADOS ACREDITAM?

Assim como qualquer falso profeta ou seita que utiliza de argumentos heréticos para se auto intitular exclusiva, única, e detentora de uma única verdade revelada, assim os desigrejados afirmam e acreditam que seus olhos foram abertos pelo Espirito Santo e que se tornaram livres do engando das religiões e de seus lideres, enchem o peito para dizer que conhecem mais as Escrituras Sagradas do que qualquer crente que congrega em denominações, acreditam que todas as denominações são falsas igrejas, consideram que todos os Pastores sem exceção são falsos profetas, que todos que congregam em templos são seguidores de homens e que vão para o inferno, e somente eles que são a verdadeira igreja de Cristo, isso mesmo, os desigrejados se consideram a verdadeira igreja.

E para sustentar a crença de que não precisam congregar, nem ter comunhão com outros crentes e muito menos se submeter a autoridades eclesiásticas, inventam e acreditam em todo tipo de heresias e distorções bíblicas para convencerem a si mesmos e a outros, de que eles estão certos e todos os outros crentes que congregam em templos estão errados.

O QUE OS DESIGREJADOS QUEREM?

Veja que ironia e contradição, na maioria eles foram desigrejados por causa das heresias, e agora pensam estar lutando contra estas heresias, porém se agarram em outras heresias para se convencerem de que não estão em desobediência à Palavra de Deus, inventam, distorcem, descredibilizam textos bíblicos, buscam apoio em apócrifos, fazem um verdadeiro malabarismo exegético para se justificarem.

O que eles querem é convencer outros e a si mesmo de que estão certos, semelhantemente a satanás o primeiro anjo caído, que ao se rebelar contra Deus pensando que podia destruir o Todo Poderoso e para se auto justificar, envenenou milhares de outros anjos com “suas razões” travando uma batalha no céu, e o resultado foi sua expulsão com a terça parte dos anjos.

Os desigrejados pensam que podem destruir a igreja com seus venenos de heresias, dizem a todo momento que eles são a verdadeira igreja e que aqueles que congregam em templos não tem salvação porque são seguidores de homens.

Pensam eles que estão lutando contra uma instituição de CNPJ, contra falsas religiões. mas não passam de ignorantes heréticos que cometem o mesmo erro que Paulo antes de se converter a Cristo. Paulo perseguia a igreja pensando estar fazendo uma boa ação dentro da sua religião, mas como disse o próprio Senhor Jesus Cristo que apareceu a ele, Saulo como se chamava antes, estava perseguindo a Cristo.

Os desigrejados perseguem a Jesus Cristo, trazem maldições sobre suas próprias vidas ao se levantar contra Deus, nunca conseguirão destruir a igreja, porque ela é viva e foi comprada pelo sangue do Filho de Deus. O máximo que conseguem é persuadir um ou outro incauto na fé, que não conhece as Escrituras. A diferença dos desigrejados para Saulo é que eles tem acesso as Escrituras Sagradas completa, aos evangelhos, e Saulo não tinha isso, apenas tinha o que para nós é hoje o antigo testamento, por tanto são indesculpáveis.

Assim como satanás que não quis aceitar autoridade sobre ele mas não quis cair sozinho, e mesmo nas trevas quis impor sua autoridade, assim os desigrejados não aceitam autoridade sobre eles, porém não querem estar sozinhos em sua condição, querem impor sua autoridade sobre outros, alegando que eles é que sabem interpretar a Bíblia e não os Pastores ou Professores de EBD. É como se dissessem a igreja: “não ouça seus pastores ou seus lideres ungidos, eles só enganam e nada sabem, ouçam a mim e deixe que eu lhes guiem”.

Insistem em dizer que podem ser a igreja cada um na sua casa, sem congregar e sem cumprir a missão que Jesus ensinou. Você já viu algum desigrejado, pregando nos presídios, nos hospitais, subindo morro de comunidade, ajudando aos necessitados? Não, não se vê, o que vemos nestes lugares são os crentes, os missionários, evangelistas, pastores, capelões, todos membros de igrejas com CNPJ.

Se os desigrejados fossem verdadeiramente a igreja de Cristo, eles cumpririam a missão do ide de Jesus, estariam em todos estes lugares, mas não estão porque não são a igreja, os desigrejados são apenas uma nova classe de desviados. Encontramos eles somente nas redes sociais, destilando seu ódio contra igrejas, Pastores e todos os que frequentam templos.

O único lugar que eles frequentam é a internet, grupos de whatsapp ou de facebook, redes sociais, e mesmo nestes canais eles não evangelizam e nem falam de Jesus, apenas atacam as denominações, as igrejas e aqueles que congregam em uma.

Eles não são um perigo para igreja, podem ser um perigo para os neófitos na fé e para aqueles que nunca nasceram de novo, mas não para a igreja, pois aqueles que se juntam a eles na verdade nunca se converteram a Cristo, se converteram no passado à uma denominação, à uma religião, mas não à Cristo.

COMO CONFRONTAR UM DESIGREJADO?

Confrontar um desigrejado é a coisa mais fácil que existe, basta conhecer a Palavra de Deus, pois todas os seus ataques e venenos são uma distorção do evangelho, quando não distorcem a Bíblia para encaixar em seus próprios argumentos, eles isolam versos do contexto e montam uma falsa interpretação em cima deles, exatamente como fazem os falsos profetas.   Refutá-los é fácil, o dificil é convence-los, porque mesmo eles sendo refutados o orgulho não lhes permite admitir que estão errados, preferem então dizer que sua interpretação está equivocada.

A missão dos desigrejados é ficar debatendo na internet, atacar igrejas, ofender pastores e líderes, tentar mostrar uma sabedoria superior ou conhecimento teológico que não tem, criar grupos nas redes sociais para fazerem estudos e assim disseminar suas heresias e venenos.

Um autentico desigrejado é convencido de que conhece mais a Bíblia do que qualquer outro, e está sempre pronto a atacar as igrejas e seus líderes com seus memes e banners agressivos.

Quando tiver que confrontar um desigrejado, não discuta, apenas mostre a palavra de Deus, porque quando você mostra uma palavra confrontando sua heresia, a primeira coisa que eles fazem quando são refutados e não encontram argumentos é dizer que sua tradução bíblica está errada ou que sua Bíblia foi adulterada e coisas do tipo, por tanto amado leitor, a melhor coisa é não ficar discutindo mas deixar o Espirito Santo fazer a obra com a palavra que você já deu, deixe que a própria palavra que foi semeada vai fazer a obra.

MOVIMENTO ANTIGO EM NOVO FORMATO

A Bíblia afirma em Éfesios 6.12 que a nossa luta não é contra a carne ou o sangue e sim contra as forças espirituais das trevas, os demônios, por tanto, jamais devemos odiar quem quer que seja, muito menos os desigrejados, que são apenas marionetes em mais uma artimanha de satanás contra a igreja, mas está escrito que “as portas do inferno não prevaleceram contra a igreja de CristoMateus 16:18.

Os desigrejados é apenas mais um movimento contra a igreja com um novo formato ou nome, são desviados convencidos, assim como a igreja de Cristo sempre teve muitos inimigos ao longo da sua existência, mas que jamais conseguiu derrota-la, esses agora são apenas mas uns inimigos que se levantam contra Jesus e que não prevalecerão.

Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela
Mateus 16:18

Sabemos que a nossa salvação não depende de igrejas, denominações ou religiões, a nossa salvação é tão exclusivamente pela graça de nosso Senhor Jesus Cristo, igreja não salva, quem salva é Cristo. No entanto, todos que são salvos sentem necessidade de estar com outros salvos, compartilhar com outros a mesma fé, ajudar uns aos outros, viver em comunhão com outros irmãos e cumprir a missão de Cristo.

Ninguem isoladamente consegue cumprir a missão que Cristo ordenou a igreja, pois ele ordenou a igreja e não a uma pessoa isoladamente, e numa igreja, numa congregação, existe a variedade de dons e que em sua pluralidade de ministérios e chamados podem cumprir as ordens de Jesus de evangelizar, curar, libertar, batizar, apoiar etc.

Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.
Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante.
Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará?
E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.  Eclesiastes 4:9-12

Eu mesmo já foi muito decepcionado em igrejas, eu que cresci dentro de uma igreja evangélica que se desviou das Escrituras, sei muito bem o que é ser enganado com muitas heresias, ser manipulado, magoado e frustrado, no meu primeiro livro que já mencionei neste estudo falo muito sobre estas experiencias, no entanto, nunca desisti de congregar, pois sempre senti a necessidade de estar junto com outros que compartilham da mesma fé que eu.

Mas graças a Deus pude conhecer que ainda existem igrejas, denominações que verdadeiramente pregam o evangelho genuíno de Cristo, que ainda existem homens de Deus que são ungidos e usados verdadeiramente por Deus.

E se você amado(a) leitor(a) se encontra decepcionado e desistiu de congregar, saiba que sozinho é quase impossível seguir a caminhada cristã, precisamos sempre de uns dos outros. Então se ainda não achou uma congregação onde se sinta bem juntamente com sua família, não desista de procurar. Pois “quem pede recebe, quem busca encontra, quem bate na porta ela se abre” (Mateus 7.8).

No momento em que escrevo estas linhas estamos vivendo o isolamento social por ocasião da pandemia do coronavirús, onde muitas igrejas estão fechadas, mas transmitem seus cultos online. Muitas tem demonstrado o evangelho, ajudando os necessitados, cuidando uns dos outros, encorajando uns aos outros, mantendo contato constante.

E o que tem acontecido? A igreja mais uma vez tem crescido, muitas vidas se rendindo a Cristo, porque a igreja não é você ou eu sozinho cada um na sua casa, a igreja somos nós, organizados, cada um fazendo sua parte, mas todos nós juntos e unidos numa só fé e espirito, numa comunhão de amor e esperança.

Ainda que temporariamente isolados, todos ansiamos nos reencontrarmos novamente sem barreiras, nos tocarmos fisicamente, nos abraçarmos e nos apoiarmos mutuamente, sentimos esta necessidade porque fomos feitos para vivermos em comunhão, fomos criados para vivermos em comunidade, isso é igreja.

Graça e paz.

Pastor Flávio Gabriel

Tem 46 anos, casado, com ministério pastoral há 25 anos, Bacharel em Teologia, Pastor na Igreja Evangélica Vida com Vida em Nilópolis, RJ, Brasil, é Professor da EBD e de Teologia, fundador e Professor do Seminário de Escatologia Bereiano e autor dos Livros: Igrejas Evangélicas que se Tornam Seitas Perigosas, OVNIS ETS E A BÍBLIA e Como Não Amar Esta Mulher?

2 comentários em “Desigrejados: Inimigos antigos com novo formato

  • 19/05/2020 em 4:02 pm
    Permalink

    Muito bom estudo!! No momento estou sem congregar, mais sei muito bem o desejo que tenho de está em uma igreja.. parabéns pastor.

    • 20/05/2020 em 4:45 pm
      Permalink

      Obrigado por seu comentário Joaquim. Suas participações sempre enriquecem nosso site e app. Graça e paz.

Fechado para comentários.

Visit Us On Youtube